Post de Marília Mendonça sobre prefeituras e shows gratuitos viralizou

  • Post de Marília Mendonça sobre prefeituras e shows gratuitos viralizou

    design-sem-nome-35 Em meio a polêmicas dos cachês milionários pagos para cantores sertanejos, um tweet feito pela eterna Marília Mendonça, que morreu em um acidente aéreo em novembro do ano passado, viralizou nas redes. No desabafo, a artista se queixa de prefeituras que não aceitaram receber seu projeto Todos Os Cantos, fruto do álbum mais famoso de Marília. Isso porque, as apresentações feitas por ela em todas as capitais brasileiras e diversas outras cidades no ano de 2019, não cobraram cachê ou ingressos. “O projeto ‘Todos os cantos’ é feito todo de boas intenções, pena que não é valorizado por quem mais deveria valorizar: os próprios líderes da cidade e de estado que tem sua casa exposta e valorizada pro mundo todo e SEM INCENTIVOZINHO, hein? difícil!”, começou ela. Na sequência, Marília Mendonça ainda supôs a possibilidade das autoridades não aceitarem seus shows caso ela cobrasse, no entanto, por serem gratuitos, a artista se revoltou e acrescentou: “Se estivéssemos pedindo dinheiro, eu entenderia. agora: ei, quero valorizar o turismo na sua cidade, trazendo um show grátis pra sua população, posso? porta na cara! não fazem e não deixam q façam! ok.. aqui a luta não para”. O resgate do posicionamento adotado pela artista no projeto que a aproximou do público de todo país aconteceu em meio às investigações que estão sendo feitas pelo Ministério Público para apurar altos valores pagos para cantores sertanejos como Gusttavo Lima, Zezé Di Camargo e Luciano, Simone e Simaria e outros. Tudo começou com uma declaração do cantor Zé Neto, que faz dupla com Cristiano, que citou a Lei Rouanet, afirmando que não precisava da norma de incentivo à Cultura. Como consequência, diversos internautas especularam através do Portal de Transparência, os gastos de verba pública direcionados à shows. O resultado foi a revolta de moradores de cidades pequenas, que descobriram o valor pago para alguns artistas. Não demorou para que o MP de vários estados passassem a investigar as apresentações, sendo que alguns foram inclusive, canceladas.